AIDS: na próstata que favoreceria a causa de contágio

Não haveria outra explicação científica da infecção para o aparecimento do vírus HIV AIDS, um estudo importante que poderá em breve enfrentar o mundo científico para a realização de novas drogas mais eficazes para combater a patologia grave. Tudo isto deriva da constatação de agressão do vírus ea facilidade simultânea que ele tem na infecção entre os indivíduos.

De acordo com pesquisadores da Clínica Universidade de Ulm, na Alemanha, liderado por Frank Kirchoff, todos residem em uma substância presente no esperma, a fosfatase ácida prostática, uma enzima presente na próstata e com esta localização seria formar estruturas especiais agir como uma ponte usada pelo vírus para atacar as células saudáveis, em suma, uma espécie de ajuda que o corpo, inconscientemente, iria oferecer o patógeno favorecendo a transmissão, o que poderia acontecer durante a relação sexual desprotegida com pessoas infectadas.

A descoberta foi completamente aleatório e inesperado mas desde grande inspiração terapêutico porque o futuro será suficiente para introduzir os fármacos bactericidas vaginais de inibidores químicos de esta substância presente no esperma para reduzir de forma significativa, se não completamente compensado, o número de infecções.

A descoberta, realizado por cientistas alemães, ainda mais presente na frente do fato de que até agora têm sido 60 milhões de indivíduos em todo o mundo infectadas com o vírus, com 20 milhões de mortes, a transmissão ocorre principalmente com relações sexuais desprotegidas como ocorre principalmente em países menos desenvolvidos, como partes da África, onde 100 mulheres, 60 contraíram a doença por ter tido relações sexuais desprotegidas com homens infectados.

(0)
(0)
Comentários - 0
Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha