Irã prepara uma versão interna da Internet

repetidas ameaças do governo iraniano sobre a criação de uma rede nacional de Internet parece ter se tornado realidade: ontem, o ministro das comunicações do Irã confirmou que nos últimos dias, todos os escritórios do governo estavam ligados à "rede de informação nacional" e que o segunda fase do plano será de conectar todos os cidadãos do país a esta rede.

O primeiro passo dessa independência computador, o bloqueio dos serviços do Google que os cidadãos bloquear iria ser alertado via SMS e seria justificada, de acordo com a mensagem, "pelas constantes demandas do povo."

Conforme relatado pela mídia local, a 'casa' do sistema de Irã será implementado em março de 2013 a garantir aos cidadãos, se relacionam com fontes do governo, uma maior segurança.

disse o ministro.

O Irã também tem um dos maiores do sistema de filtragem de internet que impede que os usuários do país acesso a diferentes sites cujos conteúdos são julgados por autoridades ofensivos ou criminais. Em 2009, após protestos desencadeados pela reeleição de Ahmadinejad, o governo havia bloqueado as linhas da web e telefone para evitar que os adversários se organizar seus protestos usando a palavra da boca através de blogs, redes sociais ou mensagens de texto. De acordo com a RSF, Teerã trabalha em sua própria rede - apelidado de 'internet halal' - desde 2002, mas o governo de Ahmadinejad iria impor-se o projeto com o apoio do líder supremo, Ayatollah Ali Khamenei, especialmente após os recentes ataques cibernéticos de eliminar a ameaça nuclear representada pela república islâmica.

(0)
(0)
Comentários - 0
Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha