Psicodermatologia: Skin conta as perturbações da mente

"Skin" fala "fala de emoções, humores e dor que sentem nosso corpo e nossa mente", diz o dermatologista Anna Burroni Ok que explica o que psicodermatologia.

Psique e dermatologia tornar-se uma disciplina única, psicodermatologia, e no exterior é uma realidade clínica estabelecida, está se espalhando a partir de nós, ano após ano. Em Gênova, em 6 e 7 de Fevereiro, haverá um congresso de SIDEP - Sociedade Italiana de psicodermatologia. Para entender melhor o que é que falou com a professora Anna Ravines, dermatologista, Presidente da SIDEP, trabalha na Clínica de Dermatologia da Universidade de Gênova. Ele aconselhamento professor na Faculdade de Ciências Médicas e da Universidade Farmacêutica de Génova. Em 2010, ele publicou o livro "A psoríase é um antigo mal".

Psicodermatologia: o que é?

É uma expansão e conclusão da dermatologia. Ele combina a experiência de psicologia para aqueles de Dermatologia, ligando a mente com o corpo. Em Itália, esta disciplina veio há 18 anos, quando o professor Roberto Bassi, dermatologista e primário, organizou os primeiros cursos de formação em Veneza. Até à data, ainda é pouco conhecido fato de todo o país a psicodermatologi são apenas oito, mas na França e na Alemanha é uma prática que é parte integrante do protocolo clínico. O treinamento inclui, além da especialização em dermatologia, mesmo formação psicanalítica.

Qual é a ligação entre a pele e na psique?

A pele é um lugar privilegiado onde você expressar emoções. Ele é "explorado" pela mente para comunicar os seus humores, suas dificuldades. Deve-se ressaltar, no entanto, que, a fim de ocorrer uma doença dermatológica deve haver uma predisposição genética.

Qual é a meta estabelecida pelo psicodermatologia?

Há doenças, como a urticária, que em 80 das vezes tem causas desconhecidas. Esta doença "Cinderella", muitas vezes, como é chamado pelos íntimos, se manifesta pelo aparecimento de lesões arredondadas e vermelhas, pápulas e coceira que têm um ciclo de vida de não mais de 24 horas chamada. Associado com o tratamento medicamentoso, é provocada uma educação terapêutica real com o paciente para que ele seja capaz de viver com a doença. O psicodermatologia o ajuda a viver melhor, para gerir autonomamente a si mesmo e sua doença, que lhe permite ter uma vida social adequada.

Como a pele reage a um evento estressante, como o luto?

A pele é o teatro onde é a dor da perda. No caso de uma morte a doença mais frequente é a alopecia areata, que se manifesta pela perda de cabelo em mechas. A terapia medicamentosa tradicional é o confronto crucial e apoio de dermatologistas especializados, que podem gerenciar o transtorno de vários ângulos, e, possivelmente, ao lado de terapia psicológica.

Congresso Nacional SIDEP. Dermatologia em 3 D: doença, enfermidade. Qual é o tema?

A conferência, agora em sua 18ª edição, abordará, entre outras coisas as três dimensões da doença: o aspecto clínico, o psicológico eo social. Vamos falar de psoríase, de problemas dermatológicos nos idosos, uma sessão é dedicada ao Trichology, outro para a pele e nutrição. Este encontro é direcionado principalmente para aqueles que trabalham no campo, como dermatologistas e psicólogos, mas também enfermeiros, aliados valiosos e intermediários entre médico e paciente, e farmacêuticos, porque cada doença também tem um impacto económico e social significativo.

Eliana Canova

(0)
(0)
Comentários - 0
Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha